Cuphead Reviews

AuthorReview
Ig0r09
150,052 (84,046)
Ig0r09
TA Score for this game: 2,917
Posted on 03 July 18 at 01:09, Edited on 03 July 18 at 01:11
This review has 4 positive votes and 2 negative votes. Please log in to vote.
Persistência e Contemplação - CUPHEAD REVIEW - Português/Portugal
Igor Gonçalves

Cuphead é um jogo 2D desenvolvido pela StudioMDHR e publicado pela Microsoft Studios, do qual é exclusivo.

Qual será a melhor maneira de descrever o quão este jogo me deixou abismado?
Pois bem, esta peça de arte foi tão marcante, que me "obrigou" a escrever algo sobre ela...

Cuphead é um jogo refrescante, que foge totalmente do padrão de jogo reciclado. Todos os seus níveis foram extremamente bem pensados, trabalhados no papel e detalhados ao pormenor, desde o level design, aos bosses, que por sinal transportam muita nostalgia, desde o primeiro ao último nível a quem o joga. Podemos encontrar muitas referências de alguns cartoons e outros jogos, desde Popeye e Tom and Jerry a Mega Man e Street Fighter.
A arte do jogo é incrivelmente rica e tão única, que apenas pessoas realmente apaixonadas pelo projeto poderiam realizar algo assim. Por momentos, (segundos, diga-se de passagem, pois a velocidade do agitado jogo assim o permite) dei por mim a pensar se estaria a jogar realmente um jogo ou a assistir às animações dos 'anos trinta'.

O Enredo do jogo é projetado por um livro animado, muito simples e pode ser contado em poucas linhas. Cuphead e Mugman, dois irmãos muito travessos e curiosos, vivem sob protecção de um mentor e sábio velho. Um dia, os dois "canecões", numa das suas brincadeiras, foram parar bem longe de casa, e depararam-se com um casino, que mesmo com os conselhos do Elder que os cuidava, ignoraram e entrarm (quem nunca?laugh). No interior do casino, apostaram tudo o que tinham, e o que não tinham, numa roleta viciada e manipulada. O próprio Diabo, (quem mais?) apareceu e desafiou os ingénuos canecões, e prometeu aos irmãos que caso ganhassem mais uma jogada, todo o dinheiro e propriedades do casino seriam deles, e caso perdessem... Teriam nada mais nada menos que oferecer as suas almas para ele. Cuphead, que estava numa maré de sorte, nem hesitou e lançou os dados, e bem... o resultado, vocês bem poderão adivinhar qual será. Perderam a jogada e o próprio diabo a muitos pedidos dos irmãos, disse que talvez poderia perdoar e libertar as suas almas, caso eles encontrassem e cobrassem a quem lhe devesse dinheiro. O resto... Bem, o resto descubram vocês.

A Jogabilidade é muito simples e fácil de entender, mas que poderá ser difícil de dominar para jogadores inexperientes e acima de tudo impacientes. O jogo oferece uma dificuldade bem acentuada, desafiante mas que quando superada, torna tudo muito recompensador e com sinal de conquista.
O jogo conta com seis tipos de disparos, e podemos usar dois em simultâneo, desde o single shot a bombas e disparo em carga, que poderão ser adquiridos no comerciante do jogo, o Porkrind. Também contamos com perks muito uteis que poderão ser adequados ao estilo de gameplay do jogador, como por exemplo extra life ou parry automático no momento do salto. O super ataque é adquirido através de dano continuo ou através dos parry que fazemos, e quando libertado, causa um dano infernal ou protege de dano recebido durante uns segundos. É simplesmente uma adrenalina danada quando sabemos que estamos na fase final da batalha e contamos os segundos de cálculo de timing para libertar o super ataque. E tantas as vezes que irão correr mal...

E toda esta maravilha, ao espantoso Som de Jazz, composto por Kristofer Maddigan que nos dispõe de mais de 50 faixas, cada uma à altura das etapas do jogo, e que sinceramente, não poderia ser de outra maneira. Este é o estilo de musica que como por magia, unifica tudo de bom que este jogo traz.

Nota final: Umas daquelas obras que deveriam ser aproveitadas pelo máximo de gamers possíveis. Um jogo cheio de paixão e dedicação, feito por jogadores, para jogadores. Uma arte única que não encontrarás em outro jogo, capaz de espantar até os mais céticos em relação a videojogos.

PRÓS:
- Arte única do jogo
- Desafiante e estimulante
- Banda sonora inacreditavelmente boa
- Ritmo Frenético

CONS:
- Queria poder jogar com o Mugman em single-player.

Foi a minha primeira "review", se é que assim que podemos chamar. Um jogo tão bom que me obrigou realmente a contar a minha experiência às duas pessoas que irão ler este pedaço de perda de tempo smile

BONUS:

Please log in to comment on this solution.
Hunter226037
524,266 (255,708)
Hunter226037
TA Score for this game: 2,917
Posted on 25 March 18 at 09:54, Edited on 26 March 18 at 05:40
This review has 10 positive votes and 10 negative votes. Please log in to vote.
This game is HAAARRRD! Hello everyone its Hunter, the professional videogame reviewer, here to give a well thought out and sincere review of the videogame this review pertains to.

So as soon as the game starts I have no idea what to do. Im in what I think is the tutorial level, but lack the motor skills required to do what a 4 year old can do. I then play it off as pretending to be awful at the game even though everyone knows im a piece of casual trash.

So after I have my midlife crisis I realize that you cant select characters. What if I want to play as the cup with blue pants instead? You ever think of that game developer people hmm? This is one of the types of things that cause me to dock points from games. You know, because I have to worry about minute things in videogames instead of stuff that actually matters.

I have my 3rd Aneurysm of the day and notice that this game is actually really challenging. I mean how am I supposed to navigate this overhead map without a map marker? The shop where you buy items is also unfair. You mean to tell me I have to actually play the game in order to get better stuff instead of buying my way to the top? This is outrageous!

I never got off the 2nd island because I didnt feel like putting in the effort to actually learn and get better at the game. I will proceed to dock points from this game sheerly from the fact that the game is difficult. I even put the game on simple mode to make things easier.

Which brings me to my next point, why did they have to include a simple mode? It is saddening to see that im missing out on certain aspects of the game because I chose to play the easier mode of my own volition. How dare those game developers attempt to make my experience easier when im only here to complain about how hard it is???

In conclusion this game is way too hard so I will be docking points because I like to pander to the casual majority. The story and animation arent as important as the lack of invincibility mode or the ability to insta kill bosses. This game is awful, so it gets a 4.5/5
There are 4 comments relating to this Review | Please log in to comment on this solution.